Dieta QPOD

5 Dicas para entender melhor o seu metabolismo e conseguir melhores resultados

Imprimir
Anterior
Próximo

O metabolismo é um conjunto de reações do organismo que nos mantém vivos, transformando substâncias que ingerimos como nutrientes e vitaminas em combustível para o nosso corpo. Cerca de 65% da energia gasta pelo corpo é apenas para manter as funções vitais, como respirar, manter a temperatura corporal e o sangue correndo em suas veias, e esta % é chamada de metabolismo basal.

Mas fora estas calorias que são queimadas para nos manter vivos, o resto da energia é gasta no processo de metabolização dos alimentos que ingerimos, ou seja, o gasto de energia necessário desde a mastigação, até a digestão, absorção e transformação dos alimentos dentro do seu corpo.

E quem vive em briga constante com a balança muitas vezes se pergunta: por que é que o meu metabolismo é tão devagar? Por que eu sofro tanto para perder peso? Por que eu vivo no efeito sanfona?

Se você é uma dessas pessoas, acredite, você não está sozinho, e muito pelo contrário. Existem muitas pessoas que sofrem com o metabolismo lento, e por motivos diferentes.

Se você é uma delas, separamos algumas dicas para você entender melhor como seu corpo funciona e conseguir melhores resultados com a sua dieta.

1. Procure um profissional.

Sim, este é o primeiro passo, e não deve jamais ser subestimado.

Nosso corpo é uma máquina, e o nosso metabolismo rege inúmeras funções que vão muito além de emagrecer ou engordar, e é importantíssimo que você antes de começar qualquer tipo de dieta procure um profissional e faça todos os exames disponíveis que possam possivelmente diagnosticar falhas no seu metabolismo, como problemas na tireoide, disfunções hormonais, doenças metabólicas e até diabetes.

Também é importante que um médico acompanhe os resultados de uma dieta, independente de quais resultados você quer atingir, pois é necessário ter certeza de que nenhuma substância está deficiente.

2. Faça uma lista de tudo o que você come.

Parece bobo, né? Mas pode confiar, não é. Muita gente resiste em fazer um diário alimentar justamente porque já sabe que vai ter que se conscientizar e contabilizar as escapadinhas que dá na dieta, mas convenhamos, se você quer entender de que forma seu corpo reage com os alimentos que você escolhe, a melhor forma é anotar todos eles, e se possível, se você notou alguma diferença.

Observe as reações do seu corpo e pergunte-se:

• Com quais alimentos você se sente inchado?

• Algum tipo de alimento te deixou constipado?

• Quais alimentos ajudam seu intestino a funcionar?

• Quais te dão mais saciedade?

• Quais te fazem ficar com fome mais rápido?

• Algum alimento causou desconforto intestinal ou gástrico (como sensação de gases)?

3. Compre uma balança.

Se você quer entender porque não emagrece, o segundo passo é comprar uma balança, e subir nela regularmente, e se possível, inicialmente todos os dias.

Agora que você já sabe está fazendo uma lista e observando como o seu corpo se comporta com quais alimentos, você pode fazer um acompanhamento na balança. Acredite, isso faz uma diferença enorme, não só porque você observa quais alimentos são mais eficazes na sua dieta, mas porque você percebe o quanto aquela escapadinha na dieta tem impacto nos seus resultados.

Se você é daqueles que faz dieta durante a semana e abre a porteira e come tudo o que vê pela frente no final de semana, vai se surpreender. Você pode não só recuperar todo o peso que perdeu durante a semana, mas ganhar mais peso ainda.

4. Seja consistente.

OK, agora que você já está anotando o que come, já está observando o seu corpo e já está se pesando, é muito importante que você seja consistente com a sua dieta. Mas, o que isso significa? Para você ter certeza, por exemplo, que o seu corpo não lida bem com lactose, ou que o açúcar é o maior vilão da sua dieta, você precisa ser consistente e testar por algum tempo ficar sem eles. Lembrando que não é bom tirar nenhum tipo de alimento drasticamente do seu cotidiano, mas você não conseguirá entender de que forma seu organismo reage melhor se ficar um dia sem açúcar, no próximo sem glúten e no próximo sem lactose. E se você está testando algo novo como um detox, ou algum tipo de chá que ajude a prevenir a retenção de líquido, ou algum tipo de alimentos termogênicos, é necessário que você experimente por algum tempo para ter certeza de que isso faz bem, ou não.

5. E claro, faça exercícios, regularmente.

Não importa se você quer perder 1, 5, 10 ou 30kgs. Não importa se você quer manter o seu peso, ou ganhar massa muscular, ou combater alguma disfunção que seu metabolismo apresente, a atividade física é e sempre será a sua melhor amiga.

Não é necessário comprar um tênis caro e sair correndo 10km por dia. Mas comece procurando descobrir que tipo de atividade te dá mais prazer, que te faz sentir melhor. Não importa se você faz 10, 30 ou 120 minutos por dia, independente de que tipo de atividade você gosta ou escolher, lembre-se da consistência.

Seja paciente, consistente e persistente. O primeiro passo para entender o seu corpo começa com a sinceridade consigo mesmo e também com um pouco de perseverança. Ao longo da sua caminhada em busca de um equilíbrio para o seu metabolismo, lembre-se que não existe solução mágica para alcançar resultados, seja em qual estrada você está a caminhar.

5 respostas para “5 Dicas para entender melhor o seu metabolismo e conseguir melhores resultados”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TENHO UMA NOVIDADE PARA VOCÊ.
Receba condições especiais e novidades sobre nossos produtos.
Qual o seu nome?
Seu E-mail?
Seu telefone?
100% Seguro
Preencha os campos abaixo e fique por dentro das nossas novidades.
Você é?